viagem de avião (1)

Viagem de avião: saiba como proteger a audição da família durante o voo.

Com a volta das viagens de avião, é preciso alguns cuidados devido a  pandemia, como, por exemplo, álcool em gel, máscara e distanciamento social. Além disso, viajar de avião pode trazer alguns incômodos no ouvido, como se estivesse “tampado”.

Para evitar o desconforto, separamos algumas dicas para vocês:

– Faça movimentos de engolir, bocejar e mastigar chiclete. Isso ajudará a aliviar o incômodo da pressão nos ouvidos, mantendo o equilíbrio.

– A escolha do assento também é muito importante. Se a sua audição é melhor do lado direito, escolha um assento na janela do lado esquerdo. Com isso, fica mais fácil escutar as recomendações dos profissionais a bordo.

– Se você utiliza aparelhos auditivos, não há necessidade de retirá-los, apenas se houver dor por conta da mudança rápida de altitude e caso o aparelho auditivo seja via bluetooth, você pode mantê-lo ligado, desde que esteja no modo avião na hora do embarque.

– Fique longe dos motores, pois podem causar incômodos, por mais silenciosos e modernos que sejam.

aluguel de carros (1)

Preço do aluguel de veículos dispara na pandemia, e motoristas de app têm que devolver carros.

Com a pandemia, o mercado de aluguel de veículos ficou bastante prejudicado, onde a procura teve uma queda significativa.  Com isso, as locadoras decidiram vender muitos de seus veículos, para conseguir manter o caixa da empresa. Agora, com a retomada acontecendo, a procura aumento e não havia tantos veículos para atender todo o público.

E, como manda o mercado, maior demanda e menor oferta consequentemente, preços mais altos. Quem sofre com isso, são os motoristas de aplicativos, pois a despesa teve um aumento considerável e, alguns profissionais tiveram que devolver os veículos por não conseguirem pagar o valor pedido.

Alguns motoristas viram uma saída, alugando carro de pessoas conhecidas, onde o custo é dividido e a situação é mais vantajosa, visto que na quarentena, as corridas diminuíram. Outro problema enfrentado pelos motoristas, é o aumento no preço do combustível, onde juntando as despesas, o motorista praticamente tem que pagar para trabalhar. Outros motoristas viram uma saída realizando entregas por aplicativo ou para empresas.

Paulo Miguel Júnior, Presidente da Associação Brasileira de Automóveis (Abla), informou que 160 mil de 200 mil veículos, foram devolvidos nos primeiros dois meses de pandemia e, que agora, a situação está retomando. Porém, cerca de 40 mil carros chegaram a dezembro de 2020 para compor o número das locadoras e, cerca de 100 mil carros chegarão para este novo ano. Com isso, o preço do aluguel também subirá, pois, o valor de venda também aumentou.

Com o verão, muitas pessoas estão procurando as locadoras para realizarem viagens de férias, ou até mesmo, viagens corporativas, que antes eram feitas de avião e hoje, as pessoas optam pelo carro, em especial, por conta da pandemia.

nomades_digitais

Os Nômades Digitais vão liderar as tendências de trabalho e viagens nos próximos anos.

Os nômades digitais se adaptam ao trabalho remoto em qualquer local e também, serão os responsáveis por mudanças no modo de trabalho e nas viagens corporativas.

A tendência é que isso ocorra em 2025. Com a fácil adaptação de ambientes para trabalhos, os nômades realizam o serviço de qualquer lugar e, também são responsáveis por adotar este conceito, na última década.

A vantagem é que você consegue unir viagens com trabalho, além de poder utilizar espaço de co-working para realizar suas tarefas.

Os nômades podem ficar em determinados países no período de um mês a um ano, com visto de nômade digital, o que é um fator positivo para países que estão realizando retomadas.

Outro ponto positivo, é que alguns lugares estão investindo em imóveis para atender estes profissionais, onde hotéis teriam hospedagem por assinatura, ao invés de cobrar diária.

tendencias_2021

Quais serão as principais tendências tecnológicas para 2021

Este ano de 2021 será de muita disputa entre concorrentes do ramo tecnológico, porém, pode ser um ano muito bom para aqueles que gostam e desfrutam dos benefícios da tecnologia.

O ano de 2020 foi muito negativo para a indústria aeroespacial, visto que muitas companhias aéreas ficaram no prejuízo devido a pandemia do coronavírus. Mesmo assim, as grandes empresas não interromperam o trabalho de pesquisa e desenvolvimento, para melhorias constantes.

A empresa Airbus realizou a apresentação de três projetos de aeronaves que são movidas a hidrogênio. Em desenvolvimento, existe um projeto chamado Eurodrone e deve começar a ser testado em 2025.

Neste ano, temos uma inovação da empresa Rolls-Royce de aeronave elétrica, chamada Spirit of Innovation e, a empresa está na expectativa de que a aeronave chegue a uma velocidade de quase 500 km/h.

O ano de 2020 foi de muitas reviravoltas em muitos setores, e apesar de para algumas empresas terem sido brutais, para outras, foram muito positivas. Para a Amazon, por exemplo, foi um ano positivo e a empresa tem planos de expandir com lojas Go, onde o próprio cliente efetua o pagamento e sai da loja.

Isso será controlado por câmeras de segurança e sistema de inteligência artificial, que servirá de controle desde o momento em que o produto é retirado da prateleira, até o pagamento do mesmo.

Além da praticidade e da economia em espaço para ter caixas de pagamentos, esse estilo de compras também se encaixa no momento atual de pandemia, onde evita o contato entre as pessoas.

Agora, sobre o trabalho home office. Este parece que veio para ficar. Muitas empresas esperam que pelo menos 25% de seus funcionários, mantenham o trabalho home office, mesmo após a pandemia. Este cenário é muito vantajoso para as empresas de tecnologia.

Em Phoenix e Arizona, existem mais de 300 carros que levam e buscam seus passageiros sem motorista. Isso mesmo! Eles dirigem sozinhos. Este serviço foi liberado em outubro de 2020 e está liderando no quesito carro autônomos e, a meta é fazer com que este serviço chegue além de Phoenix, neste ano.

jp_morgan

JPMorgan Chase adquire empresa líder em viagens e fidelidade

JPMorgan Chase adquiriu uma empresa de fidelidade do cxLoyalty Group Holdings, onde inclui plataformas tecnológicas cartão-presente, agência de viagens com serviços completos, produtos e negócios de pontuação de bancos.

Marianne Lake, Diretora Executiva de Empréstimos ao Consumidor do JPMorgan Chase, informou que esta ação mostra o comprometimento da empresa com sua grande base de clientes que cresce cada vez mais rápido. Marianne também disse que as pessoas gostam de viajar e tirar férias por isso, a empresa de viagens proporcionará grandes experiências aos clientes, em especial, quando se sentirem seguros e confiantes para viajar.

A cxLoyalty tem mais de 40 anos de mercado e experiência, garantindo as melhores soluções tecnológicas além de, cumprir e administrar programas de fidelidade, oferecendo aos clientes um tratamento superior e exclusivo.

O Diretor Executivo da cxLoyalty, Todd Siegel, disse que esta parceria é maravilhosa para expandir e investir ainda mais na empresa líder de fidelidade, garantindo atender todos os seus clientes, oferecendo experiências únicas aos mesmos.

Anhembi

GL Events entrega proposta para administrar o Anhembi

No dia 16 de dezembro a empresa GL Events apresentou um projeto de “Concessão Onerosa do Complexo Anhembi”. O projeto prevê que o Anhembi se torne um espaço privado durante 30 anos.

O investimento está em torno de R$2 bilhões e uma economia de R$600 milhões, o que traz um benefício de R$2,6 bilhões para os cofres públicos. A análise de documentos será feita e aí, a assinatura do contrato será providenciada.

A iniciativa foi em julho e contou com diversas empresas, representantes de grupos e de consórcios, para que fossem dadas sugestões de melhorias para o local. Após a assinatura de contrato, o local ficará sob total responsabilidade da empresa GL Events.

A expectativa, é que com a privatização, o Anhembi se torne um local moderno e revitalizado, tal como a instalação de ar condicionado, reformar no Polo Cultural, melhorias no Pavilhão de Exposições, etc.

mercado_aereo

Mercado aéreo doméstico volta a normalizar ainda no primeiro semestre.

Com certeza, o ano mais difícil para as companhias aéreas, foi o de 2020, as operações foram reduzidas em até 95%, devido a pandemia do coronavírus. A retomada está sendo feita de maneira gradual.

Para este ano de 2021, as expectativas são grandes, visando alcançar os números do primeiro semestre de 2019, na área doméstica. A expectativa também se dá, em relação ao preço das ações para os próximos meses.

As companhias aéreas perderam cerca de 60% de seu valor no mercado. A Gol acumula queda de 34,10%, já a Azul, acumula queda de 35,19%. A Gol teve o fechamento do trimestre com dívidas de R$14,15 bilhões, o que corresponde quatro vezes seu lucro.

A Azul também realizou o fechamento com dívidas de R$14,77 bilhões, o que corresponde a 11,3 vezes seu lucro. Já a Latam Airlines teve seu fechamento com dívida de R$9,03 bilhões o que equivale 15,9 vezes seu lucro.

A ABEAR (Associação Brasileira de Empresas Aéreas) estima que este ano seja para retomadas, porém, ainda será difícil devido a tantos prejuízos que ocorreram. Um quesito importante para a volta das viagens, é o controle do coronavírus e reforço nas medidas de segurança e higiene, passando mais confiança para os passageiros.

governo_prorroga

Governo prorroga medida que dá mais prazo para aéreas reembolsarem cancelamentos.

No dia 31 de dezembro de 2020 foi publicada uma prorrogação do prazo de reembolso integral dos valores das passagens de clientes, onde voos foram cancelados devido a pandemia do coronavírus.

O prazo foi estendido por dez meses e concede as empresas que realizem este reembolso em 12 meses.

A medida era válida para voos cancelados entre 10 de março e 31 de dezembro de 2020. E, agora, passará a valer para voos cancelados até 31 de outubro de 2021.

O reembolso pode ser feito de maneira igual ou superior da passagem cancelada, visto que o cliente pode optar por isso, podendo o valor ser utilizado em compras futuras de passagens ou então, de serviços oferecidos pelas companhias aéreas.

viajar,_buscar_ou_fugir

Viajar para quê? Para buscar ou para fugir?

O grande filósofo Mario Sérgio Cortella nos trouxe uma reflexão sobre o final do ano, onde buscamos sempre por viagens, por sair da rotina e respirar novos ares.

O escritor Érico Veríssimo disse que para ele, existem dois tipos de viajantes: “os que viajam para fugir e os que viajam para buscar”.

Mario também diz que, é de suma importância ter este momento para descansar a mente, aproveitar novos destinos e renovar as energias, seja com a família, com amigos ou até mesmo, sozinho.

Porém, com este cenário de pandemia, não podemos deixar de lado todos os cuidados essenciais para que o contágio do coronavírus não seja ainda maior.

piloto_alemão

Piloto alemão ‘desenha’ uma seringa com o traçado do voo no mapa.

Samy Kramer, piloto da Alemanha, realizou o traçado de uma seringa, durante um voo, para lembrar as pessoas do país que a campanha de vacinação contra o coronavírus teve início.

O piloto de 20 anos, realizou o mapeamento da rota antes de decolar. Kramer disse que ainda existem muitas pessoas contra a vacina, e espera que seu gesto seja entendido como um sinal para essas pessoas pensarem sobre o assunto. Também disse que fez isso por felicidade, pois a aviação foi muito prejudicada pela pandemia.

A vacinação começou no país no dia 27 de dezembro de 2020, e o governo estima distribuir mais de 1,3 milhão de doses, e em janeiro, cerca de 700 mil por semana.