default (20)

Gol retoma voos para Cancún e Punta Cana, saindo de Brasília e SP

A Gol voltará a voar internacionalmente. Cancún, no dia 12 de novembro, a partir de Brasília, e Punta Cana, no dia 13 de novembro, a partir de Guarulhos, terão os serviços retomados pela companhia aérea.

As decolagens para o destino mexicano acontecem a partir do aeroporto internacional de Brasília (BSB), com quatro frequências semanais: às segundas, quartas, sextas e domingos, tanto a ida quanto a volta. A saída de Brasília se dá às 9h30, com chegada na cidade mexicana às 14h20 (horário local). Já em Cancún, a volta é à noite, às 20h40, com aterrissagem prevista para às 7h30 na capital federal.

Os voos para a República Dominicana saem do aeroporto internacional de Guarulhos (GRU) em três dias da semana: às segundas, quartas e sábados, no período da tarde. A partida é às 14h00, e a chegada, às 20h05 (horário local). A volta para o Brasil, também às segundas, quartas e sábados, é às 22h40, com pouso em Guarulhos às 6h50.

Todos os voos serão a bordo do B737 Max-8, que conta com a classe Premium Economy.

 

Fonte: www.panrotas.com.br

2

Sebrae lança programa para retomada do Turismo na Rota das Emoções

A Rota das Emoções, no Piauí, Ceará e Maranhão, está investindo em estratégias de aperfeiçoamento e inovação para não só restabelecer um retorno mais seguro, como também melhorar a experiência dos turistas e colaboradores. Desta necessidade nasceu o programa “Check-in Rota das Emoções”, idealizado pelo Sebrae e sob consultoria técnica da empresa Ori Brazil.

Trata-se de um programa de 18 meses envolvendo o desenvolvimento de ações estratégicas em todo o território, incluindo campanhas de marketing, treinamentos dos agentes de viagens de todo Brasil para venda do roteiro, ações de comercialização, capacitações, participações em feiras e eventos, lançamento de um selo de segurança e um festival gastronômico para 2022.

Os pilares do projeto estão sendo apresentados de forma setorial. O lançamento oficial aconteceu durante a reunião do Fórum Empresarial de Turismo dos municípios cearenses que compõem o roteiro. Durante o encontro que contou com a presença de representantes de entidades e municípios do estado envolvidos na Rota, foram nomeados os representantes diretos de cada cidade para um maior diálogo junto ao programa.

Para o diretor superintendente do Sebrae-CE, Joaquim Cartaxo, “a ideia é contribuir para uma retomada segura e estruturada da atividade turística na Rota das Emoções, a partir de um grande trabalho de fortalecimento estratégico envolvendo os principais atores do roteiro, em especial os pequenos negócios integrantes do trade turístico, que foram severamente impactos pela pandemia”.

A articuladora do Sebrae-CE, Suilany Teixeira, completa: “O momento é de movimento, de nos mostrar preparados para uma retomada assertiva, bem estruturada e focada na segurança de todos os envolvidos, a implementação do programa Check-in das Emoções é um exemplo disso”.

 

ROTA DAS EMOÇÕES

A Rota das Emoções é um roteiro turístico formado por 14 municípios entre os Estados de Ceará, Piauí e Maranhão, passando por destinos conhecidos internacionalmente, como o Parque Nacional de Jericoacoara, os Lençóis Maranhenses e o Delta do Parnaíba, entre outros atrativos. As expedições podem ser feitas de forma parcial ou por toda a rota, onde as belezas naturais e diversidade de cenários garantem uma alta procura a partir de todo o Brasil, o ano todo.

 

Fonte: www.panrotas.com.br

1

Portugal e Brasil iniciam discussão para diminuir restrições às viagens

Portugal e Brasil discutem a possibilidade de aliviar as restrições às viagens entre os dois países devido à pandemia de covid-19, anunciou no último dia 04, o ministro dos Negócios Estrangeiros português.

“Iniciamos um trabalho conjunto com as autoridades brasileiras para ver em que condições e quando poderemos reduzir algumas restrições que hoje vigoram sobre passageiros que chegam a Portugal provenientes do Brasil”, disse Augusto Santos Silva. O chefe da diplomacia portuguesa falou em entrevista coletiva, juntamente com o chanceler espanhol, José Manuel Albares, que se deslocou a Lisboa para uma reunião de trabalho.

Atualmente, os passageiros provenientes do Brasil só podem viajar para Portugal por razões familiares, profissionais, de estudo ou humanitárias, têm de apresentar teste negativo à covid-19 e cumprir um período de quarentena.

Augusto Santos Silva disse que Portugal pode “avaliar as restrições que estão hoje em curso” à medida que a situação da pandemia evoluir positivamente em cada um dos países.

“Foi esse trabalho que começou no dia 30 de julho, entre Portugal e o Brasil, e que continuará depois de férias”, afirmou o ministro, ao ser questionado sobre a diferença de critérios entre Portugal e Espanha quanto ao reconhecimento da certificação de vacinas contra a covid-19.

Portugal só reconhece a vacinação feita com imunizantes aprovados pela Agência Europeia do Medicamento, enquanto a Espanha segue o critério da Organização Mundial da Saúde, que inclui vacinas chinesas, como a CoronaVac e indianas.

 

Fonte: www.panrotas.com.br

1

Azul vai iniciar novas rotas no Brasil nos próximos dias

A Azul anunciou no último dia 30, uma nova expansão na oferta de voos domésticos, com o lançamento de 5 novas rotas a partir de agosto, além dos novos destinos anunciados recentemente no interior do Rio Grande do Sul e do Amazonas. Desta vez, a companhia ampliará sua atuação em cidades do interior de São Paulo e nos estados de Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Minhas Gerais e Rio Grande do Norte. Confira em detalhes todas as novidades:

 

Ribeirão Preto

Ribeirão Preto terá seis novos voos semanais com destino ao aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, e quatro para o aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, todos operados com aeronaves ATR 72-600, com capacidade para 70 passageiros. Eles se juntarão aos voos diários para Viracopos e deixarão a cidade conectada aos principais centros de conexão da empresa na Região Sudeste.

 

São José do Rio Preto

Outra cidade no interior paulista que terá sua operação ampliada será São José do Rio Preto. O município já possui frequências diárias da Azul com destino à Campinas e terá, a partir de 2 de agosto, seis novos voos diretos para Belo Horizonte, de onde os clientes poderão se conectar a toda a malha da companhia.

 

Curitiba-Campo Grande

Também a partir de 2 de agosto, os estados do Mato Grosso do Sul e do Paraná passarão a ser conectados pela Azul com voos diretos entre suas capitais. Os voos entre Campo Grande e Curitiba acontecerão seis vezes por semana e serão realizados com as aeronaves Embraer E-195, com capacidade para até 118 passageiros.

 

Natal-Mossoró

Já na Região Nordeste, a cidade de Mossoró, no interior do Rio Grande do Norte, ganhará uma nova conexão operada pela companhia, desta vez com a capital do estado, Natal. Com três frequências semanais a partir de 23 de agosto, será a segunda rota operada pela Azul a partir de Mossoró, que também conta com voos diários para Recife.

 

Rio Grande do Sul

A Azul também vai iniciar a partir de 1º agosto novas rotas para oito cidades no Rio Grande do Sul: Canela, Vacaria, São Borja, Erechim, Bagé, Santa Cruz do Sul, Santa Rosa e Alegrete. Os novos voos partem de Porto Alegre. A inclusão das novas operações fará com que a Azul tenha, em média, 54 decolagens diárias a partir do Estado, sendo 12 delas realizadas pela Azul Conecta.

 

Amazonas

Conforme já havíamos divulgado, a empresa também vai iniciar novas operações com voos partindo de Manaus para São Gabriel da Cachoeira a partir de 3 de agosto. Serão 3 voos semanais com as aeronaves da Embraer, que comportam até 118 passageiros. Já Parintins, que contava com operação da Azul Conecta, passará a ter operações com os aviões da Embraer a partir do dia 2 de agosto.

 

Avanço da vacinação impulsiona mercado doméstico

De acordo com a Azul, o crescimento da demanda por voos domésticos, atrelado ao avanço da vacinação contra a covid-19 no Brasil está permitindo a empresa retomar a oferta de voos mais rapidamente e ampliar os destinos atendidos por voos regulares. Não deixa se ser uma ótima notícia!

 

Fonte: www.melhoresdestinos.com.br

1

Disney e Azul apresentam 1º avião dos 50 anos de Walt Disney World

A partir de outubro o primeiro avião comemorativo dos 50 anos de Walt Disney World estará em operação no Brasil, em uma parceria da Disney com a Azul Linhas Aéreas. No total, serão quatro aeronaves da Azul em homenagem à data especial, que chegam até 2022. As aeronaves voarão em rotas domésticas pelo Brasil.

O Airbus A320, pintado de vermelho, amarelo e preto, acomoda 174 clientes e vai passar por aeroportos de mais de 40 cidades brasileiras, incluindo o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, e o Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. A Disney e a Azul batizaram a ação de A Frota Mais Mágica do Mundo.

As comemorações dos 50 anos de Disney World, em Orlando, começam em outubro e se estendem por 18 meses, incluindo eventos especiais, mercadorias exclusivas, novos shows e atrações e muitas surpresas.

A Disney ainda não divulgou quais serão os próximos personagens (será que se concentrará nos clássicos ou adicionará alguns mais recentes?). Mas anunciou que a operadora Azul Viagens terá “ofertas imperdíveis, com ingressos para os parques temáticos e hotéis Resort Disney, além de pacotes especiais para o complexo do Walt Disney World Resort”.

A última vez em que a Disney fez uma promoção parecida por aqui foi pré-pandemia, com a Latam Airlines, em homenagem à abertura de Star Wars Galaxy’s Edge, nos parques de Orlando e Anaheim.

 

Fonte: www.panrotas.com.br

5

Reabertura do Canadá retoma 682 rotas aéreas domésticas e internacionais

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata) comemorou a decisão do governo canadense de flexibilizar as restrições à entrada de visitantes estrangeiros, aceitando os 100% vacinados a partir de 9 de agosto (para americanos) e 7 de setembro (demais nacionalidades). Os cidadãos e residentes canadenses 100% vacinados já podem entrar no país sem cumprir quarentena desde 5 de julho.

“A decisão do governo canadense é uma ótima notícia em várias frentes. Primeiro e mais importante, ela restaura a liberdade de viajar, o que será muito festejado por aqueles proibidos de visitar familiares e amigos. Além disso, companhias aéreas podem começar a reconstruir sua conectividade internacional. Isso será um grande impulso na reconstrução da economia canadense, principalmente na contribuição das viagens internacionais e corporativas. Mesmo assim, pedimos às autoridades que considerem a mais recente recomendação da Organização Mundial da Saúde em relação à flexibilização também para os que não puderam ser vacinados”, disse o diretor geral da Iata, Willie Walsh, ex-CEO da British Airways e do Grupo IAG.

A reabertura das fronteiras canadenses para visitantes estrangeiros permitirá que as empresas aéreas tragam de volta cerca de 682 rotas domésticas e internacionais, que foram perdidas durante a pandemia. Haverá ainda um início de geração de divisas, estimadas em 19 bilhões de dólares canadenses por ano, ajudando a manter 432 mil empregos e contribuindo com 14 bilhões de dólares canadenses para o PIB do país. Uma dessas rotas que voltarão a ser operadas seráentre São Paulo e Toronto, pela Air Canada, a partir de 2 de setembro (Canadá-Brasil) e 3 de setembro (Brasil-Canadá).

 

Fonte: www.panrotas.com.br

2

Silversea terá 280 itinerários na programação de 2023-24

A Silversea Cruises, representada no Brasil pela R11 Travel, terá sua maior programação de todos os tempos na temporada 2023-24, com mais de 280 itinerários disponíveis para os clientes da linha. A coleção, que vai de março de 2023 a maio de 2024, apresenta 690 destinos em 125 países em todos os continentes. As viagens estarão à venda a partir de 11 de agosto deste ano. Atualmente, apenas membros do Venetian Society podem reservar.

O programa inclui 38 viagens no norte da Europa. Um cruzeiro de 14 dias no norte da Europa e nas ilhas britânicas, partindo de Southampton em 22 de junho de 2023, faz escala em Edimburgo, além de vários portos na Noruega e na Islândia. O programa também inclui as primeiras viagens de verão da linha no Canadá e na Nova Inglaterra de agosto a outubro de 2023, incluindo ligações para Quebec, Montreal e Boston.

Também fazem parte do programa 18 viagens na África e no Oceano Índico, incluindo novas viagens na Península Arábica e 36 viagens no Mediterrâneo operadas por quatro dos navios da linha como parte de uma longa temporada no sul da Europa.

Há também 12 viagens de expedição ao Ártico e à Groenlândia, com travessia de 24 dias da Passagem Noroeste, no verão de 2023, e 17 saídas para a Antártica, de novembro de 2023 a março de 2024.

 

GRAND VOYAGES

 

O programa também apresenta duas Grand Voyages, que segundo a linha foram introduzidas devido à demanda do cliente. Trata-se de uma viagem Grand Mediterranean 2023 de 65 dias de Lisboa a Atenas e, em 2024, uma viagem Grand Africa & Arabia, com duração de 62 dias, ao longo da costa leste de África e da Península Arábica, com escala em 28 destinos. Além disso, a linha criou mais de 60 ‘cruzeiros combinados’, que combinam duas ou mais viagens para fazer um itinerário mais longo.

“Atendendo à forte demanda de hóspedes por uma ampla variedade de destinos distantes, nossos novos itinerários 2023-2024 oferecerão aos hóspedes ainda mais oportunidades de descobrir as experiências mais enriquecedoras do mundo em todos os sete continentes”, afirmou o presidente da Silversea, Roberto Martinoli.

 

Fonte: www.panrotas.com.br

4

Turismo doméstico mostra recuperação gradual em todo o mundo

Depois que os voos em geral foram suspensos e os viajantes ficaram em casa em 2020, o retorno às viagens se tornou uma das atividades mais esperadas de 2021. Apesar de as viagens aéreas continuarem significativamente reduzidas em todo o mundo, alguns países já apresentam resultados positivos, como indica o novo relatório realizado pelo Mastercard Economics Institute.

No Brasil, por exemplo, a quantidade de voos domésticos reservados em maio já demonstra uma recuperação, com 64% do total registrado no último trimestre de 2019. De acordo com a análise, um quinto dos países retornou a pelo menos 90% dos níveis pré-pandêmicos em relação aos voos domésticos.

No entanto, enquanto alguns destinos, como Estados Unidos (onde os níveis já são 3% maiores do que eram antes da pandemia), Austrália e França, estão excedendo as reservas de voos domésticos pré-pandêmicos, outros, como Canadá, Tailândia e Nova Zelândia, mostram apenas uma fração de onde estavam antes do início da pandemia.

No caso dos voos internacionais, a situação é diferente: nos EUA, a quantidade já chega a 78% dos níveis registrados no fim de 2019, ao passo que no Brasil esse montante é de apenas 29% em relação ao mesmo período. Essas diferenças se explicam, dentre outros fatores, pelas restrições de viagens impostas por diversos países devido à covid-19.

O relatório baseia-se na atividade agregada e anônima de vendas em toda a rede global da Mastercard para entender melhor a próxima fase das viagens, com seus motivadores e desafios. Isso inclui o equilíbrio entre lazer e negócios, local e longa distância, e economia e gastos. O levantamento também analisa as categorias de gastos que estão mostrando aumento e o que elas sinalizam para a recuperação das viagens.

 

PROPÓSITO DAS VIAGENS

O propósito dos deslocamentos sofreu mudanças: no Brasil, atualmente, as viagens realizadas por motivos de trabalho/corporativos já chegaram a quase metade (45%) dos níveis pré-pandemia, enquanto as por lazer ou outras razões ainda estão em um terço (33%). Situação bem diferente dos EUA, onde, embora ainda haja espaço para recuperação dos voos corporativos (que chegaram a 64% dos níveis pré-pandemia), a quantidade de viagens a lazer já é 18% maior do que os níveis registrados no último trimestre de 2019.

 

GASTOS COM COMBUSTÍVEL

O consumo de combustível também aumentou globalmente 13% em relação ao pico anterior em 2019. Atualmente, no Brasil, os gastos com gasolina são 31% maiores do que eram no último trimestre de 2019, indicando um maior número de viagens terrestres (nos EUA, para fins de comparação, esses mesmos gastos são 75% maiores em relação com o mesmo período). O consumo de combustível por parte de companhias aéreas, no entanto, ainda é baixo: no Brasil é, hoje, 80% menor do que era no fim de 2019, enquanto nos EUA é 27% menor.

 

RESTRIÇÕES

Nesse aspecto, as reaberturas limitadas de fronteiras também provaram ser um desafio tanto para os viajantes quanto para o setor de viagens. No entanto, certos corredores abertos – como entre a Austrália e a Nova Zelândia e entre os Estados Unidos e a América Latina e o Caribe – estão atingindo e, até mesmo, em alguns casos, ultrapassando os níveis pré-pandêmicos.

“Embora tenha havido uma impressionante recuperação nas viagens aéreas domésticas em vários mercados, a retomada não acontecerá da noite para o dia. A pandemia reduziu o setor a níveis de gastos que não vemos há mais de 15 anos. Apesar de ainda haver muita incerteza, economias reprimidas, o desejo de se aventurar mais longe de casa e a luz verde dos governos podem proporcionar um vento a favor para uma recuperação continuada das viagens”, diz o economista-chefe da Mastercard e Diretor do Mastercard Economics Institute, Bricklin Dwyer.

 

Fonte: www.panrotas.com.br

3

American convoca 3,3 mil comissários de bordo de volta

A American Airlines está cancelando as licenças prolongadas de cerca de 3,3 mil comissários de bordo e pedindo que eles voltem ao trabalho a tempo para as festas de fim de ano. Além disso, a companhia planeja contratar 800 novos colaboradores até março. Estes movimentos indicam que as viagens a lazer nos EUA estão se recuperando mais rapidamente que as aéreas esperavam. As informações são do Travel Weekly.

Segundo o vice-presidente de Serviços de Voo da empresa, Brady Byrnes, o aumento da demanda dos clientes e novas rotas a partir do final deste ano significa que mais comissários serão necessários para operar a transportadora. As tripulações de cabine que estão voltando das férias retornarão aos voos em novembro ou dezembro.

No ano passado, a American ofereceu licenças de longa duração para comissários de bordo e outros funcionários para cortar custos enquanto lutava com uma queda acentuada nas viagens causada pela pandemia de covid-19. Outras companhias aéreas fizeram a mesma coisa.

Quando a crise do novo coronavírus estourou, o número de pessoas voando nos EUA caiu para menos de 100 mil em alguns dias, um nível não visto há décadas. Este ano, passou de menos de 700 mil por dia no início de fevereiro para 2 milhões por dia em julho.

 

Fonte: www.panrotas.com.br

2

Canadá reabrirá a brasileiros vacinados em setembro

Brasileiros totalmente vacinados serão aceitos no Canadá a partir de 7 de setembro. O anúncio foi feito hoje pela Agência de Segurança Pública do país da América do Norte. As vacinas inicialmente aprovadas pelo Canadá são AstraZeneca, Pfizer-Biotech, Moderna e Janssen. O governo ainda não mencionou sobre a possibilidade de autorizar os vacinados com CoronaVac, o fármaco mais aplicado no Brasil, ainda que este tenha tido uso emergencial aprovado pela OMS.

As fronteiras canadenses se abrirão para visitantes provenientes dos Estados Unidos já a partir de 9 de agosto e, no mês seguinte, estrangeiros vacinados de todas as partes do mundo, incluindo Brasil, serão autorizados “caso a situação no Canadá se mantenha favorável”.

“Em 7 de setembro de 2021, considerando que a situação epidemiológica vai se manter controlada nacionalmente, o governo do Canadá pretende abrir as fronteiras a qualquer viajante totalmente vacinado que tiver o ciclo de imunização completo, com uma vacina aceita pelas nossas autoridades pelo menos 14 dias antes da entrada. O turista também terá de cumprir outros requerimentos”, aponta comunicado oficial canadense.

Os turistas terão de utilizar o programa ArriveCAN (em formato aplicativo ou portal) para enviar suas informações. Se estiverem elegíveis para entrar no Canadá e cumprir todos os requerimentos, esses estrangeiros não terão de passar por quarentena para entrar no país.

Desta maneira, o visitante deverá carregar consigo uma cópia digital ou impressa do comprovante de vacinação, em inglês ou francês, em todo momento na viagem.

 

TESTE PCR OBRIGATÓRIO, MESMO AOS VACINADOS

 

Entre os requerimentos exigidos no programa ArriveCAN está a apresentação de um teste negativo para covid-19 realizado antes do embarque, mesmo aos vacinados.

“A todos os viajantes, independentemente de seu status vacinal, será exigido um teste molecular (PCR) antes da entrada no Canadá”, aponta o comunicado.

Para reforçar a segurança e identificar possíveis novas variantes e comprovar a eficácia das vacinas, o governo está traçando uma estratégia pós-chegada para os viajantes totalmente vacinados a valer a partir de agosto. Nele, o estrangeiro pode ser selecionado aleatoriamente pelas autoridades canadenses assim que chegar na fronteira para realizar um teste. Este seria um teste de reforço, pós-chegada, para além do teste pré-embarque, que é obrigatório.

Veja mais informações no site oficial do governo do Canadá. Como as informações mudam frequentemente em tempos de pandemia, é sempre válido checar as regras vigentes antes de embarcar seu passageiro a qualquer país.

 

AIR CANADA

 

A Air Canada sinaliza que retomará os voos entre Brasil e Toronto em 3 de setembro. A companhia voará três vezes por semana até 31 de outubro, operando às terças, sextas e domingos do Brasil para o Canada e às segundas, quintas e sábados do Canadá para o Brasil. A partir de 1º de novembro os voos voltam a operar com frequência diária.

O equipamento que será utilizado na rota é o B787-9 Dreamliner.

 

ESTUDANTES

 

O governo do Canadá também incluiu o Brasil no programa fast-track para estudantes internacionais. O The Student Direct Stream acelera o processo de autorização de estudo para aqueles que desejam estudar em uma instituição de ensino aprovada pelo governo canadense. Universidades, ensino médio, escolas de idioma e outras instituições estão inseridas no programa.

 

Fonte: www.panrotas.com.br