aluguel de carros (1)

Preço do aluguel de veículos dispara na pandemia, e motoristas de app têm que devolver carros.

Com a pandemia, o mercado de aluguel de veículos ficou bastante prejudicado, onde a procura teve uma queda significativa.  Com isso, as locadoras decidiram vender muitos de seus veículos, para conseguir manter o caixa da empresa. Agora, com a retomada acontecendo, a procura aumento e não havia tantos veículos para atender todo o público.

E, como manda o mercado, maior demanda e menor oferta consequentemente, preços mais altos. Quem sofre com isso, são os motoristas de aplicativos, pois a despesa teve um aumento considerável e, alguns profissionais tiveram que devolver os veículos por não conseguirem pagar o valor pedido.

Alguns motoristas viram uma saída, alugando carro de pessoas conhecidas, onde o custo é dividido e a situação é mais vantajosa, visto que na quarentena, as corridas diminuíram. Outro problema enfrentado pelos motoristas, é o aumento no preço do combustível, onde juntando as despesas, o motorista praticamente tem que pagar para trabalhar. Outros motoristas viram uma saída realizando entregas por aplicativo ou para empresas.

Paulo Miguel Júnior, Presidente da Associação Brasileira de Automóveis (Abla), informou que 160 mil de 200 mil veículos, foram devolvidos nos primeiros dois meses de pandemia e, que agora, a situação está retomando. Porém, cerca de 40 mil carros chegaram a dezembro de 2020 para compor o número das locadoras e, cerca de 100 mil carros chegarão para este novo ano. Com isso, o preço do aluguel também subirá, pois, o valor de venda também aumentou.

Com o verão, muitas pessoas estão procurando as locadoras para realizarem viagens de férias, ou até mesmo, viagens corporativas, que antes eram feitas de avião e hoje, as pessoas optam pelo carro, em especial, por conta da pandemia.

Comments are closed.